Turismo espera movimentar R$ 175 mi com brasileiros na Copa do Catar, diz associação

O momento pós-pandemia e a paixão pelo futebol estão impulsionando a procura de brasileiros por voos e pacotes para assistir à Copa do Mundo no Catar, em novembro deste ano.

As agências credenciadas para o evento que oferecem hospedagem e ingressos para os jogos estimam que este será o mundial com maior movimentação financeira da história.

Para o presidente da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), Roberto Nedelciu, a Copa sempre foi um movimento importante para o setor, mas o momento pós-pandemia pode ter estimulado ainda mais essa demanda por roteiros de viagens.

“Depois de tanto tempo dentro de casa, viajar está entre os principais desejos das pessoas e o cenário atual de vacinação avançada, abertura de fronteiras e controle da pandemia contribui para o aumento da demanda por viagens, não apenas para um evento tão grandioso como a Copa do Mundo, mas também para destinos do Brasil e de todo o mundo”, destacou o presidente da Braztoa.

Enquanto em 2018, a Rússia chegou a US$ 19 milhões (R$ 101 milhões, na cotação atual), as vendas para o Catar já registraram, só no primeiro semestre, US$ 25 milhões (R$ 133 milhões).

A expectativa é de que o evento ultrapasse a movimentação de US$ 33 milhões (R$ 175 milhões) até o final do ano.

Segundo Paulo Castello Branco, vice-presidente de projetos especiais do Grupo Águia, uma das agências credenciadas para a Copa, 87% dos pacotes já foram vendidos.

“Nós já vendemos praticamente tudo. Na semana passada, eu comprei mais 60 quartos em um hotel cinco estrelas. Há pouco mais de um ano, nós compramos 194 vagas nesse hotel. E agora eu acresci mais 60 quartos porque a procura é impressionante. E também comprei mais 60 quartos em outro hotel que fica dentro do mesmo complexo”, afirma Castello Branco.

A CNN levantou com a CVC e com o Grupo Águia que um pacote de hospitalidade para quatro dias custa, em média, US$ 8.240, ou seja, quase R$ 44 mil por pessoa.

O roteiro inclui hospedagem em hotel cinco estrelas, dois ingressos para assistir às partidas de camarote, sendo um jogo do Brasil e outra partida aleatória, guia brasileiro, translado e entrada para evento privativo oficial.

As categorias mais luxuosas já estão esgotadas desde abril deste ano.

Além disso, as agências que oferecem passagens aéreas também registraram alta na procura pelo destino no período do torneio. A plataforma Kayak somou mais de 1.200% de aumento nas buscas por voos para o Catar apenas no primeiro semestre de 2022.

Já na Decolar.com, entre o primeiro e o segundo trimestre, houve um aumento de 110% nas pesquisas. As passagens têm variado de R$ 6 mil a R$ 14 mil para a classe econômica.

“Claramente é reflexo da Copa do Mundo se aproximando e o brasileiro, como um povo apaixonado por futebol como é, está buscando o destino e quer acompanhar presencialmente”, avalia Daniela Araujo, diretora de Voos da Decolar.

A Fifa informou que quase dois milhões de ingressos já foram vendidos para a Copa do Mundo.

Os preços para o público internacional variam entre 250 rial catarense (R$ 360), de categoria 3 para jogos da fase de grupos, até 5.850 rial catarense (R$ 8.460), de categoria 1 para a final do torneio.

Fonte: CNN Brasil | Beatriz Puente