Fecomércio RN lança plataforma que disponibiliza protocolos gerais e específicos de biossegurança para lojas de comércio e serviços na reabertura gradual da economia

Documento pode ser impresso e personalizado gratuitamente para ser apresentado em caso de fiscalização

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN lança hoje, 21.07, mais um serviço gratuito de suporte aos empresários do estado neste momento de reabertura gradual da economia, em que é preciso se adaptar ao novo normal e seguir, à risca, as medidas de biossegurança para que os seus estabelecimentos possam funcionar.

Por meio do portal Cuidando do RN (fecomerciorn.com.br/cuidandodorn) as empresas dos segmentos inseridos na primeira etapa do Plano de Retomada Gradual da Atividade Econômica do Estado do Rio Grande do Norte têm à disposição todos os protocolos, tanto os gerais quanto os específicos, para impressão, de forma personalizada, inclusive com os dados do estabelecimento.

As empresas que já estavam abertas por serem consideradas essenciais, também poderão imprimir o documento. Além disso, para aquele estabelecimento que adotar alguma conduta diferente e que se some aos impostos pelos protocolos estaduais, há a opção de inserção deste ponto no documento.

Para imprimir os protocolos do seu segmento é preciso acessar o site https://fecomerciorn.com.br/cuidandodorn/protocolos/; clicar em “Não” caso não tenha um protocolo particular; preencher os dados da empresa no PDF digitável; e enviar o arquivo para o e-mail analiseprotocolo@fecomerciorn.com.br para que seja referendado pela Fecomércio RN. O retorno é imediato.

Caso a empresa queira inserir um protocolo diferente e que foi adotado de forma específica, deve clicar em “Sim”; preencher os dados; e clicar em “Enviar para a Fecomércio”. O documento será submetido à análise da equipe técnica do Senac, e em seguida será devolvido ao empreendedor, dentro de, no máximo, 48 horas.

A ideia é que, após fazer a impressão as empresas fixem este documento em um local visível do estabelecimento, e o apresentem em uma eventual fiscalização realizada pelos entes públicos.

“Queremos que a retomada da economia seja gradual e efetiva. Para não correr o risco de darmos passos para trás, fechando alguns setores, estamos disponibilizando os protocolos divididos por setor, auxiliando o empresário que por ventura ainda tem dúvida do que deve fazer. É um documento, com base no que determina o Governo do Estado, referendado pela Fecomércio, e que pode ser apresentado em fiscalizações. Isso mostra que estamos juntos daqueles que fazem a nossa economia girar e estão buscando se adaptar para não fechar as portas”, declarou Marcelo Queiroz.

Reabertura

Na primeira etapa do protocolo de reabertura gradual da economia, estão contemplados os segmentos de: Serviços de RH e Terceirização; Atividades de informação, comunicação, agências de publicidade, design e afins; Salões de beleza, barbearias e afins; Papelarias; Bancas de revistas; Loja de produtos de climatização; Lojas de bicicletas e acessórios; Lojas de vestuários; Armarinhos; Instrumentos musicais e acessórios; equipamentos de áudio e vídeo; eletrônicos/informática e equipamentos de telefonia e comunicação; Joalherias e relojoarias; Lojas de souvenires, bijuterias e artesanato; Agências de turismo; Calçados; Lojas de móveis, eletrodomésticos e colchões; Lojas de departamento, magazines (que não funcionem em shoppings ou centros comerciais); Lojas de brinquedos, artigos esportivos e de caça e pesca; Lojas de cosméticos e perfumaria; Restaurantes, lanchonetes, food parks, self-service de até 300m² e maiores de 300m² de área; Academias de ginástica, box de crossfit e estúdio de pilates, com e sem o uso de ar condicionado; Centros Comerciais e Galerias Comerciais com e sem o uso de ar condicionado; Bares; Transporte coletivo.

O Plano de Retomada Gradual da Atividade Econômica do Estado do Rio Grande do Norte no pós-pandemia foi produzido pela Fecomércio RN junto com as entidades empresariais e apresentado ao governo estadual em maio. O documento teve o parecer técnico favorável do Comitê de Especialistas da Secretaria Estadual de Saúde Pública do Rio Grande do Norte, que afirmou que o mesmo “presenta boa qualidade técnica e demonstra um esforço articulado do setor produtivo na elaboração do documento”.

Cuidando do RN

O Sistema Fecomércio RN lançou no início do mês de julho a campanha Cuidando do RN, que detalha todas as ações da Fecomércio, Sesc e Senac RN voltadas não só aos empreendedores, como também à sociedade em geral, durante o período da pandemia do novo Coronavírus. Além da landing page Cuidando do RN, a campanha tem postagens nas redes sociais das três casas que compõem o Sistema, um vídeo publicitário que está sendo veiculado em todas as emissoras de TV do estado, outdoor digital, anúncios em jornais, rádios, sites e blogs.

Ações do Mesa Brasil, com a distribuição de alimentos, cestas básicas e itens de higiene em vários municípios potiguares; lives e projetos voltados ao empreendedorismo em período de crise; são alguns dos exemplos do trabalho do Sistema Fecomércio RN de apoio aos empreendedores para amenizar a crise causada pela pandemia do novo Coronavírus.