Comitê do Simples Nacional aprova inclusão de impostos estaduais e municipais que também terão pagamento suspenso por 90 dias

O Comitê Gestor do Simples Nacional aprovou nesta sexta-feira (3) o adiamento por 90 dias dos pagamentos dos impostos estaduais e municipais do Simples Nacional. A informação foi divulgada pelo secretário estadual de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, e atende a um pleito das entidades empresariais apresentado ao Governo do Estado em reunião na segunda-feira, 30. Naquela ocasião o secretário Carlos Eduardo Xavier (Tributação) foi autorizado pela governadora Fátima Bezerra a levar o assunto ao CSN.

O presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, participou da videoconferência com a governadora e com os auxiliares da Tributação; de Planejamento, Aldemir Freire; do Turismo, Ana Maria Costa; e do Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado; e do Gabinete Civil, Raimundo Alves; e outros representantes de entidades empresariais, no qual apresentou medidas de enfrentamento da crise causada pela Covid-19 para o setor econômico.

“Essa medida tomada pelo Comitê do Simples Nacional é um respiro para os empresários que se encaixam neste regime tributário. Todo o empresariado potiguar, que tem sua maioria de micro e pequenos empresários, está passando por grandes dificuldades durante esta pandemia”, afirmou Queiroz.

O presidente da Fecomércio RN lembrou que desde o dia 19 de março foi entregue por ele e por representantes da FCDL, CDL Natal e Facern, ao Governo do Estado, um documento no qual são listadas ainda outras medidas que poderiam ampliar o alívio às empresas do segmento de comércio, serviços e turismo potiguar.