Gasto com presentes dos Namorados deve aumentar em Natal e em Mossoró, aponta IPDC/Fecomércio

Comemorado em 12 de junho, o Dia dos Namorados é tradicional por movimentar o comércio, devido à troca de presentes, e também o setor de serviços, já que os casais aproveitam para ir a restaurantes, hotéis e motéis, por exemplo. Para mensurar como será a movimentação na próxima data comercial, o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (IPDC/Fecomércio RN), realizou uma pesquisa de intenção de compras em Natal e em Mossoró.

Em Natal, as entrevistas foram realizadas entre os dias 15 e 18 de maio de 2017, e foram ouvidas 653 pessoas. Em Mossoró, a aplicação dos questionários aconteceu entre os dias 15 e 17 de maio de 2017, e foram entrevistadas 500 pessoas.

De acordo com a pesquisa, em Natal, 54,9% das pessoas entrevistadas pretendem presentear neste Dia dos Namorados. A mesma pesquisa de 2016 apontou que 53,5% das pessoas pretendiam presentear. Entre as 45,1% que não irão presentear em 2017, a alegação é a de que não tem a quem (52,2%) ou estão sem dinheiro (20,8%). Em 2016, a principal alegação para não comprar presentes era a falta de dinheiro (46,7%). A maioria (88,2%) pretende comprar apenas um presente.

O gasto médio com os presentes será de R$ 119,97, valor 2,6% maior do que o apontado pela mesma pesquisa realizada em 2016, quando os consumidores pretendiam gastar R$ 116,93. Esposos (as), com 51,2% das intenções, e namorados (as), com 44,8%, devem ser as pessoas mais presenteadas. Os itens de vestuário (49,6%) devem ser os presentes mais procurados. No ano passado, as roupas também foram a opção de presente mais lembrada, com 37,1% das respostas.

A forma de pagamento mais utilizada deve ser à vista em dinheiro (56,1%), seguida do cartão de crédito parcelada (34,8%), praticamente os mesmos percentuais revelados na pesquisa de 2016, quando 56% dos entrevistados pretendiam pagar à vista e 35,5% no cartão de crédito. Ao contrário da pesquisa do ano passado, quando as lojas do comércio de rua foram mais lembradas pelos participantes da pesquisa como local de compras (51,1%), em 2017, serão as lojas dos shoppings (49,1%) as mais procuradas.

Ainda com base na pesquisa do IPDC, para garantir a venda, os comerciantes terão que investir na qualidade dos produtos (46,9%); no preço (30,3%); na marca do presente (11%); e no atendimento (10,7%). Entre os entrevistados, 38,5% dos natalenses informaram que pretendem realizar algum passeio no dia 12 de junho. O número é 7,3 pontos percentuais maior do que o do ano passado, quando 31,2% pretendiam realizar algum passeio.

Dentre os consumidores que irão realizar algum passeio, a maior parte pretende sair para almoçar ou jantar em restaurantes (22%); 11% disseram que vão ao cinema/teatro; 7% devem almoçar/jantar na casa da família; e 4,2% aproveitarão a data para realizar uma viagem.

Mossoró

Já em Mossoró, 47,2% das pessoas entrevistadas pretendem presentear neste Dia dos Namorados. A mesma pesquisa de 2016 apontou que 51,6% das pessoas pretendiam presentear. Entre as 52,8% que não irão presentear em 2017, a alegação é a de que não tem a quem (44,5%) ou estão sem dinheiro (34,7%). Em 2016, a principal alegação para não comprar presentes era a falta de dinheiro (31,9%). A maioria (94,5%) pretende comprar apenas um presente.

O gasto médio com os presentes será de R$ 117,05, valor 2,3% maior do que o apontado pela mesma pesquisa realizada em 2016, quando os consumidores pretendiam gastar R$ 114,45. Esposos (as), com 64,6% das intenções, e namorados (as), com 32,1%, devem ser as pessoas mais presenteadas. Os itens de vestuário (38,1%) devem ser os presentes mais procurados.

Com relação à forma de pagamento dos presentes do Dia dos Namorados, os consumidores mostraram preferência pelo pagamento em dinheiro (60,8%). A segunda forma de pagamento mais citada foi o cartão de crédito parcelado (34,6%), seguida pelo cartão de débito (3,4%). Na sondagem de 2016, o dinheiro também liderou o ranking de formas de pagamento do presente na data, mas com participação menor (50,8%), e foi seguido pelo cartão de crédito parcelado em segundo lugar (42,7%) e cartão de débito em terceiro (4,2%).

A pesquisa apontou ainda que o comércio de rua é indicado pelos consumidores mossoroenses como o principal local de compra, preferido por 62,8% dos entrevistados. Seguido pelos que comprarão os presentes no shopping (23,4%). Outros meios citados foram a internet (5,4%) e floricultura (2,5%).

Além disso, o percentual de pessoas dispostas a realizar algum passeio na data foi de 28,2%, o que representa praticamente uma estabilidade em comparação ao nível registrado na pesquisa do ano passado que havia sido 25,5%. Para os que vão festejar a data, almoçar/jantar em restaurantes (16,6%) lidera o ranking de locais preferidos para a comemoração, seguida por viajar, com 6,8%; jantar/almoçar na casa de família (2,8%); ir a um hotel/motel (0,6%); ir à praia (0,6%); cinema/teatro (0,4%); e baladas (0,4%).