SOS Protocolos vai ao Centro de Natal tirar dúvidas e orientar empresários sobre a retomada da economia

Esta terça-feira, 7, foi a vez do Centro de Natal receber a ação “SOS Protocolos”, desenvolvida pela Fecomércio RN, CDL Natal e Sebrae. O presidente Marcelo Queiroz, da Fecomércio, junto com as outras lideranças empresariais, acompanhou a visita de equipes aos estabelecimentos para explicar, tirar dúvidas dos empresários sobre protocolos e ações transversais previstos no Plano de Retomada Gradual da Economia. Nesta terça-feira, aliás, teve início a 2ª fração da 1ª fase do protocolo em Natal.

“Estamos ainda mais próximos do nosso público alvo, os empresários, comerciantes, empreendedores, mostrando o que pode ser feito, aprimorado pra que ele possa abrir seu estabelecimento de acordo com as medidas de biossegurança determinados no decreto estadual. É com esse trabalho de conscientização tanto dos empresários como da população que vamos conseguir que a retomada seja efetiva e definitiva, seguindo as fases. É um esforço de todos nós”, declarou Queiroz.

As equipes que fazem as visitas foram capacitadas pelo Sebrae e, além de tirar as dúvidas dos lojistas e colaboradores, disponibilizaram e afixaram cartazes informativos nos estabelecimentos.

Estiveram também na ação o vice-presidente da Fecomércio RN, Itamar Manso Maciel; vice-presidente da CDL Natal, Maria Luísa Fontes; presidente da Associação Comercial do RN, Schiavo Álvares.

Novos setores podem abrir

A partir desta terça-feira (7), podem abrir em Natal os estabelecimentos dos seguintes segmentos: Móveis, eletrodomésticos e colchões; Departamento e maganizes (exceto de shoppings ou centro comerciais); Agência de turismo; Calçados; Brinquedos, artigos esportivos e de caça e pesca; Instrumentos musicais e acessórios; equipamentos de áudio e vídeo; Eletrônicos/informática e equipamentos de telefonia e comunicação; Joalherias, relojoarias, bijuterias e artesanato; Cosméticos e perfumaria; Restaurantes, lanchonetes e food parks com até 300 m², até 4 pessoas/mesa; 2m entre mesas; 1m entre pessoas; proibido consumo de bebida alcoólica. Nesta quarta, 8, estes mesmos segmentos passam a poder funcionar em todo o estado.