Movimentação de cargas no Porto de Natal cresce 9,19% no primeiro semestre

O Porto de Natal movimentou 277.910 toneladas no primeiro semestre de 2022. O crescimento foi de 9,19% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram movimentadas 254.518 toneladas. O destaque foi o aumento nas frutas exportadas para a Europa, que cresceu 6,05% com 95.527 toneladas embarcadas. No mesmo período de 2021, a quantidade movimentada do produto foi de 90.075 toneladas.

A exportação de frutas é o grande destaque do Porto de Natal, sendo a maior de toda a movimentação do terminal. Os números mostram os métodos e procedimentos que o Porto possui no apoio ao manuseio para embarque deste produto. Somado a isso, a importação de trigo complementa os números. O embarque de açúcar também foi determinante para o resultado positivo, o que demonstra o potencial dentro do Plano Estratégico de Crescimento.

Embora a movimentação tenha apresentado queda em 2021, quando passou de 710.912 toneladas para 617.469, os dados deste ano apresentam um aumento expressivo já neste primeiro semestre. A Codern explica que, muito, deve-se à escassez de contêineres, um problema que atingiu todos os terminais brasileiros e de outros países no ano passado.  Os dados estão no anuário estatístico da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ).

Localizado na cidade de Natal (RN), à margem direita do rio Potengi, o Porto é administrado pela Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern). A construção se apresenta como um importante ponto para economia potiguar. De acordo com Diogo Piloni, secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários do Ministério da Infraestrutura, a expectativa é de a Codern tenha novos investimentos a partir do lançamento de processos licitatórios.

Fonte: Tribuna do Norte