Restaurante Camarões Potiguar é certificado pelo Senac no Programa Alimentos Seguros

O Restaurante Camarões Potiguar recebeu, ontem (15), certificação do Programa Alimentos Seguros – PAS, concedido pelo Sistema Fecomércio RN, por meio do Senac. O atestado de conformidade em Boas Práticas é uma garantia de excelência na segurança alimentar para os clientes.

O estabelecimento é o primeiro restaurante comercial certificado pelo PAS no Rio Grande do Norte. Com 13 anos de atuação, atende diariamente cerca de três mil pessoas. Além disso, possui Certificado de Excelência, concedido pelo site especializado TripAdvisor aos estabelecimentos que são avaliados como excelentes com frequência, sendo o restaurante mais bem avaliado em Natal pela plataforma.

Estiveram presentes na cerimônia de certificação o diretor regional do Senac RN, Fernando Virgilio, e a proprietária, Clara Bezerra, além de outros representes de ambas as empresas.

Para Clara Bezerra, a certificação é um selo de qualidade que garante os padrões executados pela organização. “A manipulação segura de alimentos é uma bandeira com a qual trabalhamos há vários anos. Desde a escolha do fornecedor, armazenamento, manipulação até o serviço ao cliente estamos empenhados com o controle da qualidade. Agora, com o certificado do PAS, nossa responsabilidade só aumenta”, afirmou.

O diretor regional do Senac RN, Fernando Virgilio, destacou que o atestado do Programa certamente irá se refletir de forma direta na percepção da clientela sobre as práticas desenvolvidas no empreendimento. “O Camarões é uma marca reconhecida nacionalmente pela qualidade do serviço que presta. Ao identificar o selo do PAS, o cliente tem ainda mais certeza de que está consumindo itens de qualidade inquestionável”, afirmou.

O PAS tem o objetivo de disseminar e apoiar a implantação das Boas Práticas e o Sistema de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle nas empresas de alimentos e alimentação, em todo o país. Através dele é possível identificar os procedimentos adequados, bem como garantir ações e tecnologias na produção e manipulação de alimentos, que venham a assegurar a conservação e qualidade dos produtos.

O atestado do Programa possui validade de um ano, sendo este recebido pela empresa após a realização de uma auditoria para validação dos procedimentos de Boas Práticas.