Entidades empresariais trazem Rodrigo Maia a Natal para discutir os impactos da Reforma Trabalhista

Evento “Novas Regras Trabalhistas: Agora é lei!” terá ainda as presenças dos potiguares, Emanoel Pereira, ministro do TST, e Rogério Marinho.

As novas leis trabalhistas entraram em vigor no 11 de novembro. Ao todo, foram alterados mais de 100 artigos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) que modificaram as relações de trabalho. Para falar dessas mudanças e da perspectiva do futuro econômico do país, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (Fecomércio RN) junto com a Fiern, Faern e Fetronor, promovem na próxima sexta-feira (17), o seminário Novas Regras Trabalhistas: Agora é lei!, com a presença do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia.

O evento acontece no hotel Holiday Inn Natal, às 9h, e também terá as presenças do ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Emmanoel Pereira, e do deputado federal, relator da reforma trabalhista, Rogério Marinho (PSDB).

“A reforma foi aprovada, sancionada e tivemos um tempo para entender e estudar as mudanças, apontar quais seriam os impactos na rotina de trabalho, tanto para o trabalhador como para o empresário. Agora começou a valer a nova legislação, vamos nos adaptar às suas mudanças com a certeza que num futuro próximo iremos ter uma mudança considerável na competitividade e no ambiente de negócios do país. E isso é bom para todos”, declarou o presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz.

O evento “Novas Regras Trabalhistas: Agora é lei!” é mais uma etapa da série de encontros sobre a modernização das leis trabalhistas promovidos pelas entidades empresariais e que percorreu as cidades de Natal, Mossoró, Currais Novos, Macaíba e Santa Cruz. No evento de Natal, em agosto, mais de 1.200 pessoas assistiram a palestra do especialista nas relações de trabalho, José Pastore.

Currículos

Rodrigo Maia

Rodrigo Maia nasceu no Chile, onde o pai, Cesar Maia, vivia o exílio durante a ditadura militar brasileira. Aos 26 anos, foi nomeado secretário de governo da gestão Luiz Paulo Conde (1997-2000).

Ainda menino, acompanhou a carreira política do pai. Viu-o próximo de líderes como Brizola, Ulysses Guimarães, Marcello Alencar, deputados, senadores, governadores. Elegeu-se deputado federal pela primeira vez em 1998, aos 28 anos, com quase 100 mil votos, na mesma eleição que Cesar, pelo PFL, perdeu para Garotinho a disputa pelo governo fluminense. Rodrigo foi reeleito em 2002, 2006, 2010 e 2014. Foi vice-líder (2003-2005), líder (2005-2007) e presidente do PFL. Em 2007, o partido virou DEM, sob seu comando.

Emmanoel Pereira

Ministro Emmanoel Pereira é potiguar e se formou em bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. É Ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), em vaga destinada a advogado pela Constituição Republicana, desde 30 de dezembro de 2002, e vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, desde 25 de fevereiro de 2016, integrando, no Tribunal Superior do Trabalho, o Tribunal Pleno, o Órgão Especial, a SBDI-I e SBDI-II, além da Seção Especializada em Dissídios Coletivos.

Antes de chegar ao TST, foi Procurador Geral da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, consultor jurídico da Câmara Municipal de Natal/RN; juiz auditor do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Norte. Atuou como Presidente da Quinta Turma do TST e como Vice-Diretor e Professor da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (ENAMAT).

 Rogério Marinho

Economista, o deputado federal e presidente de honra do PSDB no Rio Grande do Norte, graduou-se em Ciências Econômicas pela Faculdade Unificada para o Ensino das Ciências (UNIPEC), atual Universidade Potiguar (UnP). Começou sua carreira política como vereador em 2001, como interino, e em 2004 foi eleito vereador. No seu primeiro mandato foi responsável pela criação da Federação das Câmaras Municipais (Fecam) e implantou o programa de inclusão digital do RN. Em seu primeiro mandato na Câmara dos Deputados em 2006, Rogério Marinho relatou projeto que mudou as regras do FIES, também foi relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Desvinculação de Receitas da União (DRU). Foi responsável pela criação, através de emenda parlamentar, do Metrópole Digital, projeto voltado ao desenvolvimento na área de Tecnologia da Informação em Natal.Em 2012, assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte, onde implantou o programa Pró-Sertão. Em 2014, elegeu-se deputado federal pela segunda vez, sendo o sexto mais votado do pleito e o mais votado em Natal.