CNC reúne trade e ministro do Turismo em Brasília

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) reuniu no dia 6 de fevereiro, na sede da entidade, em Brasília, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio; a presidente da Embratur, Teté Bezerra; o embaixador da Grécia, Ioannis Pediotis; o presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo (Frentur), deputado federal Herculano Passos (MDB-SP); o secretário de Turismo do Estado do Rio de Janeiro, Otávio Leite; entre outras autoridades, parlamentares e mais de 20 representantes de entidades do trade turístico nacional. O encontro fez parte de reunião do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur) da Confederação.

O presidente da CNC, José Roberto Tadros, esteve acompanhado do vice-presidente Financeiro da entidade, Leandro Domingos Teixeira Pinto, do vice-presidente Administrativo da Confederação, Luiz Gastão Bittencourt, e do diretor da Confederação Alexandre Sampaio.

Na oportunidade, Tadros defendeu a importância e os benefícios do Sesc e do Senac para o desenvolvimento do País. “É importante que todos saibam em detalhes o que o Sistema S faz, da formação de profissionais qualificados nas mais diversas áreas à oferta de cultura, saúde, lazer e turismo social aos trabalhadores. Tudo isso com uma estrutura altamente fiscalizada, com um Conselho formado por sete membros, quatro dos quais do governo, além de auditorias independentes e ainda a CGU e o TCU.”

Tadros destacou ainda que a sociedade está despertando para a importância econômica do setor. “O Turismo será o responsável pela recuperação de empregos e por absorver a mão de obra que a tecnologia está tirando de outros setores”, afirmou. “Esse encontro de empresários do Turismo é uma das provas do que fazemos. Temos que parar de achar que ter lucro é negativo. A empresa que tem lucro gera empregos, investimentos, e o governo não pode consumir esse lucro com impostos e barreiras”, concluiu o presidente da CNC.

Prioridade do governo

O ministro Marcelo Álvaro afirmou que o Turismo, no governo Bolsonaro, estará no centro da economia. “O presidente está ao nosso lado, fala de Turismo em diversas ocasiões, como em Davos, manteve o ministério e acredita no Turismo como motor de desenvolvimento e mudança, como aconteceu em vários países, como Grécia, Espanha e Portugal”, enfatizou. Marcelo Álvaro explicou que sua exoneração ocorreu para que pudesse assumir como deputado federal, mas foi renomeado no próprio dia 6 de fevereiro.
O ministro ressaltou que as mudanças necessárias para o desenvolvimento do setor só acontecerão com a parceria do trade. Marcelo Álvaro disse ainda que vai trabalhar de forma transversal, porque muitas questões que emperram o turismo só podem ser solucionadas em parceria, como no caso dos vistos, que envolve o Ministério das Relações Exteriores.

Convidado pelo presidente da CNC, o embaixador da Grécia, Ioannis Pediotis, participou do evento e destacou que o turismo foi responsável por ajudar a Grécia a sair da crise. “Recebemos 36 milhões de turistas em um ano, com uma população de 10 milhões de habitantes. Vocês podem imaginar o que isso significa na geração de trabalho e renda para o país”, disse Ioannis. Ele informou que agora estão trabalhando para vender o destino no inverno e outras estações, pois a grande procura ocorre no verão, e que a embaixada está de portas abertas para fazer o intercâmbio cultural com o Brasil.

A presidente da Embratur, Teté Bezerra, relembrou que “o turismo é construído com base nas parcerias desenvolvidas entre os setores público e privado e, nestas reuniões, encontramos importantes representantes dos dois lados, para unirmos forças e buscarmos os avanços que são necessários para um setor mais competitivo no Brasil”.

O secretário de Turismo do Estado do Rio de Janeiro, Otávio Leite, defendeu que o turismo é uma atividade que precisa ser conduzida de forma suprapartidária. “Temos a representação nacional do Turismo reunida aqui nesse evento, e a nata do empresariado do setor”, concluiu.

O presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo (Frentur), deputado federal Herculano Passos, também esteve presente. A Frentur foi reinstalada na manhã do dia 6 de fevereiro; e Herculano, reeleito para conduzir os trabalhos, destacou a atuação da Frente, que conta com mais de 200 parlamentares e tem como principal objetivo levar aos plenários os projetos importantes para o setor. “Estamos envolvidos em um grande projeto de País. Vejo muitos deputados novos querendo participar e contribuindo com ideias”, afirmou.

Demais autoridades e parlamentares, além de 22 representantes de entidades do trade turístico nacional, também participaram do evento.

Fonte: CNC